Decidi criar a HQ "Negrinho do Pastoreio" partindo de um ponto de vista totalmente oposto a todos os demais trabalhos que fiz ao longo de minha carreira de quadrinista.
Sempre escolho como ponto de partida um assunto que me fascine: um evento histórico, um conto, um romance. Com o "Negrinho", foi o contrário. Decidi adaptar a lenda justamente por não gostar dela!
Claro que algo nela me seduziu. Mas discordei veementemente da visão simplista do personagem, que reforça o estereótipo histórico do escravo submisso, coitadinho, sem vontade própria, a quem só cabe o papel de trabalhar e apanhar.
Como brasileiro até a última gota, abracei a arte, história e cultura afro-brasileiras em minhas últimas obras: “O Quilombo Orum Aiê”, “Chico Rei”, “Mwindo” e “A Cachoeira de Paulo Afonso”. Não só nos temas, mas também no traço, inspiradíssimo na arte africana. Em todos esses meus trabalhos anteriores, o negro tem voz, tem atitude, e cada personagem é um indivíduo único, com vontades, aspirações, defeitos e qualidades únicas, particulares.
É dessa forma que vejo o meu "Negrinho". Ele é tudo, menos um coitado, Ele tem personalidade e iniciativa. Tem vaidade, mas abre mão dela em troca do que acha justo, num gesto heroico. Tem paixões, medos, fraquezas. Ele sou eu, ele é você. Nós somos "Negrinhos".
Mesmo com essa mudança na alma do personagem, a HQ é totalmente fiel à lenda. Vai até um pouco além, explorando mais a questão do sincretismo religioso, tema deixado de lado pela lenda original.
Foi uma delícia trabalhar na criação da HQ "Negrinho do Pastoreio", e desejo de coração que o leitor compartilhe essa delícia comigo, durante a leitura dessas páginas feitas com paixão.


André Diniz

 

  O Negrinho do Pastoreio  
Autor do texto e das Ilustrações: André Diniz
Cores: Marcela Mannheimer
Acabamento: capa em cartão - colorida, laminação fosca e aplicação de verniz local
64 Páginas - Coloridas
Totalmente ilustrado
17 x 24 cm
ISBN: 978-85-61018-11-5
Quadrinhos para crianças, jovens e adultos
Preço: R$ 23,00 Quero comprar agora!